Escute o conteudo

sexta-feira, 24 de janeiro de 2020

A Tecnologia Humanizando a Educação



Significado Humanizar: tornar(-se) humano, dar ou adquirir condição humana; humanar(-se).

Não é novidade que o modelo tradicional de ensino das escolas brasileiras não tem sido eficiente. Ainda mais hoje, na era da tecnologia, são poucos os jovens da Geração Z (nascidos entre meados de 1990 até o início de 2010) que se esforçam em prestar atenção no professor na sala de aula.

A tecnologia tem muito peso nisso, pois ela influencia em nosso comportamento. Assim como as inovações surgem cada vez mais rápido, a nossa vida também acelera para acompanhar essas novidades. Esse ritmo acelerado muitas vezes nos faz perder o foco, nos deixa ansiosos e impacientes, sem que percebamos.

Logo, as palavras organização e concentração acabam sendo deixadas de lado diante dessa correria. Agora eu te pergunto, se as vezes é difícil lembrarmos de realizar simples tarefas como, por exemplo, levar o livro pedido pelo professor ou ler aquele texto importante para a prova, imagine então para aqueles que possuem algum distúrbio cerebral?

No Brasil, o transtorno de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH) afeta o aprendizado de muitas crianças. A desatenção e inquietação causada por ele prejudica o aproveitamento escolar. Os pacientes diagnosticados demoram para iniciar as tarefas e cometem erros por mera distração, visto que o déficit está relacionado com a regulação de um determinado conjunto de funções cerebrais. Uma vez que o TDAH é uma condição neuro-comportamental, não há cura e a maioria não supera.

TDAH é um distúrbio que afeta de 3% a 5% das crianças em idade escolar e sua prevalência é maior entre os meninos. O problema se caracteriza por sintomas de desatenção, inquietude e impulsividade.
Diante dessa questão, qual é o papel da tecnologia? Sabemos que hoje a aprendizagem é um processo facilitado pela internet. Graças a sua versatilidade podemos estudar através de métodos criativos que nos permite ver fotos, assistir vídeos e ouvir músicas que ajudam na absorção do conhecimento.

Portanto, esse dinamismo faz com que o papel da tecnologia nesse assunto seja o de oferecer ferramentas que auxiliem a vida de qualquer pessoa, seja aquela que sofre ou não com algum transtorno, pois não importa a deficiência, a tecnologia foca na eficiência.

A tecnologia veio para humanizar, tornar acessível e inclusivo o que antes não era. Visto que os dispositivos móveis mais do que uma forma de passar o tempo, acabam se tornando um mecanismo de grande utilidade para as tarefas cotidianas, abaixo listamos 5 aplicativos gratuitos que podem auxiliar quem é diagnosticado com o transtorno a superar suas limitações, de modo a melhorar seu desempenho escolar, e para quem não é, a ser um pouquinho mais organizado e concentrado, afinal, a vida exige isso, né?

1 - Teste de TDAH e exercícios
Gratuito e disponível apenas para iPhone e iPad. Este aplicativo médico é acessível e muito fácil de usar. Esta avaliação neuropsicológica e exercícios mentais de TDAH foram criados por uma equipe internacional de neuropsicólogos e psicólogos clínicos.




2 - Agenda escolar
Disponível para Android, o aplicativo te permite anotar os trabalhos de casa, tarefas, exames e lembretes. As notificações diárias vão ajudar-te a nunca esquecer nada.



3- Focus (TDAH)
Disponível no Google Play e na App Store, o Focus vem com uma série de recursos, como gerenciador de tarefas, conteúdos educativos sobre o assunto e lembretes para as medicações.


4 - AlfaMath
Com imagens e música este aplicativo foi desenvolvido para ajudar no ensinamento das crianças de forma simples. Requer Android.


5- WunderList- Lista de tarefas
É possível criar tarefas pequenas como se lembrar de comprar o ingresso do cinema até projetos maiores como uma reunião importante. Em cada anotação o usuário define o prazo de conclusão e ativa um alarme para ser notificado quando estiver perto da data limite de realização. O aplicativo é gratuito e está disponível para iOs, Windows, Android e Kindle.



Quando entendermos que a tecnologia está aqui para agregar, quando tivermos noção do poder dessa ferramenta, seremos beneficiados e não reféns dela. Por isso, se temos pressa, que haja pressa para vivermos bem, e se a tecnologia pode nos ajudar, vamos a utilizar positivamente.

Colunista da Aplitech Foundation
Gabriela Reis
Estudante de Letras e programadora na Universidade de São Paulo. Acredita no poder de transformação da Educação e da Tecnologia.

Aplitech ADM

Autor

Fique de olho nas novidades.

0 comentários:

Postar um comentário