Escute o conteudo

sexta-feira, 27 de setembro de 2019

Jogos digitais educativos



Há muitos anos os jogos sempre fizeram parte da educação, na matemática por exemplo, temos o xadrez e dama. Com o passar dos anos, a tecnologia avançou. Os jogos físicos, que até então eram em tabuleiros. Foram para a televisão, jornais impressos e também nos vídeo-games.

E assim, com a chegada da Internet no Brasil, esses jogos educativos, passaram também em formato online. Logo no início, esses jogos eram exportados de países estrangeiros, já que em nosso país, não haviam tantos profissionais da área. Com o avanço da Internet, os jogos foram se modernizaram, atualizaram e ganharam campo maior. As mudanças não aconteceram apenas nos jogos, mas também no processo da educação.

O que antes em sala de aula, era aplicado jogos físicos, algumas escolas, utilizam hoje, os jogos online educativos. A fim, de auxiliar no método de aprendizagem de seus alunos. Para poder entender o porquê esses jogos são benéficos a metodologia de ensino. É necessário saber, que nos jogos educativos, há duas abordagens (dois paradigmas): a conducionista e a construtiva.

Conducionista: a inspiração principal é a psicologia behavorista (comportamento), desenvolvida pelos psicólogos John Watson, Skinner e outros. Identifica-se com o modelo de uma escola disciplinada. Espécie de recuperação de uma escola tradicional.

Construtivismo: o professor atua como mediador no processo de ensino-aprendizagem. Compete o professor, programar, orientar, organizar, proporcionar recursos , além de animar as diferentes atividades realizadas pelos alunos. Ele (o professor), não atuará como um avaliador e sim, a se relacionar com novos conhecimentos e que o próprio aluno tenha controle de todo o processo (do jogo). Esse modelo , está associado ao cognitivista de Jean Piaget e também de Bruner, Novak, Ausebel, Eliot e entre outros.

São paradigmas diferentes mas que se enquadram no contexto educacional. Embora não seja toda instituição que utiliza os benefícios pedagógicos do jogo educativo. As que utilizam, alegam que tanto os alunos quanto os professores devem estar motivados e receptivos para usarem os jogos digitais educativos. Só assim, serão prazerosos e terão resultados benéficos no auxílio-aprendizagem, do aluno.

Segundo o professor Michel, em uma entrevista com o Olhar digital (https://olhardigital.com.br/), sempre utiliza a mídias e os jogos como instrumentos pedagógicos. “ Eu pensei, porque eu como professor, se eu gosto tanto de jogar, porque não faço uma ligação entre os jogos e as minhas aulas? Já que é algo que me diverte e outro que é ligado ao meu profissional”.

Para aplicar esse auxílio na aprendizagem do aluno, cabe ao profissional de ensino, fazer uma análise de conhecimento prévio de seus alunos e assim selecionar o que for mais conveniente as atividades. A partir das informações que ele (o professor), teve nessa análise, o educador deverá respeitar o interesse da criança e trabalhar a sua atividade de maneira espontânea, respondendo dúvidas, formular desafios à capacidade de adaptação infantil, além de acompanhar no seu processo de construção de conhecimento.

Para Mariana, de 11 anos, aluna da escola Marista de São Paulo, os jogos educativos, é um processo mais dinâmico, onde se aprende jogando: “ É uma aprendizagem mais dinâmica, então, a gente acaba convivendo com o problema e aí saberemos como solucionar (o problema) no dia a dia, então é algo cotidiano, aplica no cotidiano também, não fica só na teoria.”

Segundo o artigo científico de Susany Garcia, a maior dificuldade dos professores é de encontrar um jogo educativo que se enquadre dentro do modelo de seu ensino. “ A dificuldade que a maioria dos professores tem para encontrar e selecionar um bom jogo, mesmo porque os educadores estão diante do desafio de educar crianças que convivem desde muito cedo com o mundo digital. Do modo que é fundamental importância que o jogo seja aplicado como recurso pedagógico, desde a educação infantil para a captação das mudanças e adaptações pela qual as escolas estão tendo que passar para receber crianças com um perfil diferente.”

Para conhecer alguns modelos de jogos educativos, acesse os site:
Portal do Professor: http://portaldoprofessor.mec.gov.br/link.html?categoria=258
Escola Games: http://www.escolagames.com.br/jogos/ 
Jogos 360: https://www.jogos360.com.br/educativos/ 
Games Educativos: https://www.gameseducativos.com/ 

E caso, queira mais informações sobre os jogos educativos online, acesse o site: Fábrica de Jogos (https://www.fabricadejogos.net/posts/artigo-a-utilizacao-de-jogos-digitais-no-cenario-educacional/)






Colunista da Aplitech Foundation 
Geane Neves Pós- graduanda em Comunicação em Redes Sociais, Universidade Anhembi Morumbi (UAM).MBA em Jornalismo Empresarial e Assessoria de Imprensa, Universidade Estácio de Sá (UNESA).Bacharel em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo.Paulista, apaixonada por informação e também colunista/ jornalista da Aplitech Foundation.

Aplitech ADM

Autor

Fique de olho nas novidades.

0 comentários:

Postar um comentário