Escute o conteudo

quinta-feira, 11 de julho de 2019

Educação e o mercado de trabalho



A educação e o mercado de trabalho, sempre andaram lado-a-lado. E antes da crise econômica no Brasil, as empresas públicas e privadas, passaram a exigir de seus candidatos, além do ensino de base (fundamental, médio) e o superior. Mesmo com tantas exigências, devido a escassez de tempo e falta de recursos, ainda há pessoas apenas com o ensino fundamental ou médio.

Visando atender, tanto as exigências do mercado de trabalho, a falta de horário (de algumas pessoas) e também a parte econômica, criaram-se os cursos Eads, que de início eram através de correspondências (material impresso), slides, televisivas e em alguns casos radiofônicas. Com o avanço da internet, esses cursos também se tornaram online. Além dos Eads, foram criados os cursos superiores de curta duração (de dois a três anos), os chamados tecnólogos. Os cursos superiores - de curta duração, no Brasil, passaram a ter mais espaço no final dos anos 90. Mesmo com o reconhecimento do MEC, alguns órgãos públicos, não aceitam candidatos com essa formação.

Infelizmente, muitas pessoas acreditam que pelo fato de ter uma formação superior, já o trará o aumento de salário. Porém hoje é necessário ir além. A partir do momento, que o candidato ingressar em um ensino superior e optar por um curso, seja ele, técnologo ou tradicional (longa duração). É muito importante, saber, que na faculdade ensinará apenas a base daquela profissão escolhida. E por isso é muito importante, que aquele aluno, procure os cursos livres e também escolas de idiomas. Já que são eles que além da pós-graduação, dará, aquele futuro profissional, o diferencial que o mercado de trabalho busca. Além do mais, é também de grande importância cada profissional atualizar seus conhecimentos.

 Devido aos avanços tecnológicos. Por exemplo, quando eu ainda era universitária, passei por algumas transferências de instituições, porém nunca mudei meu curso (jornalismo), lembro que em uma dessas faculdades, aprendi a “montar” uma revista com o Page Maker, sai daquela universidade e me transferi novamente, dessa vez, para a escola universitária que me formei. Depois que colei grau, aquele sistema que eu tinha aprendido antes, já nem mais era usado, e foi substituído pelo Corel Draw. Alguns cursos livres, tanto sistêmicos quanto de idiomas, você encontra aqui no nosso site da Aplitech Foundation e são todos gratuitos. Fiquem a vontade em acessá-los.




Geane Neves
Pós- graduanda em Comunicação em Redes Sociais, Universidade Anhembi Morumbi (UAM). MBA em Jornalismo Empresarial e Assessoria de Imprensa, Universidade Estácio de Sá (UNESA). Bacharel em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo. Paulista, apaixonada por informação e também colunista/ jornalista da Aplitech Foundation.

Aplitech ADM

Autor

Fique de olho nas novidades.

0 comentários:

Postar um comentário